2 de maio de 2019

VINGADORES: ULTIMATO

É difícil falar aqui desta obra sem dar "spoiler". A grande questão que fica é: Vingadores: Ultimato é, de fato, o último filme da franquia? Acredito que não. Talvez sim, para a sequência dos filmes "Vingadores", "Thor", "Capitão América" e "Homem de Ferro", mas já há produções prontas, em andamento ou prometidas para outros personagens que permeiam a obra. Guardiões da Galáxia 3 está confirmado (inclusive com a volta de James Gunn à direção), Homem-Aranha: Longe de Casa está pronto, há possibilidade do filme da Viúva Negra (???), Homem-Formiga deve ganhar um último filme e Pantera Negra, pelo sucesso de bilheteria e críticas, deve ganhar mais sequências; isso sem mencionar todas as produções paralelas (spin offs) para TV/Streaming, como as séries já existentes no mesmo Universo: Agente Carter, Agentes da S.H.I.E.L.D, e uma série sobre Gavião Arqueiro é uma possibilidade.

Sobre o filme, vou me ater no que importa, pois sobre detalhes técnicos, é senso comum que as produções da Marvel lideram, de longe, a qualidade em efeitos visuais, sonoros e sensibilidade para trilha sonora. O quero destacar aqui é o sentimento sobre o filme.

Vingadores: Ultimato é mais do que o encerramento de uma saga que começou com filme medíocre Hulk e ganhou o mundo com o primeiro Homem de Ferro; o longa (3h e 1min) metragem é uma homenagem a si mesmo. [ALERTA DE SPOILER] Com a viagem temporal que ocorre no filme, na tentativa de trazer todos de volta, os Vingadores remanescentes visitam momentos e lugares importantes em suas vidas em momentos importantes da saga ou de suas jornadas pessoais. Muitos deles resultam no fechamento de conflitos familiares, pois, acima de tudo, o filme é sobre amizade e família.

De toda a saga é o que tem o tom mais épico, tanto da jornada dos heróis, como na trilha sonora, mas, sobretudo, na batalha final (a la Senhor dos Anéis), com momentos muito especiais como o reencontro e o tão esperado abraço entre Tony Stark e seu protegido Peter Parker, o Capitão América sendo capaz de empunhar o Martelo de Thor (antes só o Visão tinha conseguido) e um momento exclusivo do empoderamento feminino em uma cena de ação só com as super-heroínas do filme, além do grande momento de chegada (e pequena participação) da Capitã Marvel. Um aviso: o maior Herói, o principal da saga e do filme, segue sendo o Homem de Ferro.

Uma obra emocionante de uma geração de atores que deixará saudade para muita gente.

Ah! E uma informação importante, o filme não tem cena pós-crédito. Segundo os diretores, não faria sentido se chamar "Ultimato" se tivesse uma brecha para outros filmes.

23 de abril de 2019

JOHN WAYNE: A COINCIDÊNCIA DO CÂNCER E UMA POSSÍVEL DIVERGÊNCIA

A breve crítica abaixo foi escrita pelo gênio escritor e jornalista Canoense, Canabarro Tróis Filho, o "Tonito", para os amigos. Foi publicado no jornal O Timoneiro, de Canoas (RS) em 13 de fevereiro de 1987. Canabarro me presenteou com uma vasta coleção de livro e revistas sobre cinema, após descobrir que compartilhamos da mesma paixão pelo Cinema. É uma honra para este blog ter como amigo e mentor alguém como Canabarro Tróis Filho. Para saber mais sobre este nonagenário pensador e ativo escritor, curta e acompanhe a página https://www.facebook.com/BiografiaDoSeuTonito/.




JOHN WAYNE : JOHN WAYNE: A COINCIDÊNCIA DO CÂNCER E UMA POSSÍVEL DIVERGÊNCIA

Quem não viu ou ouviu falar de John Wayne, talvez o melhor "cow-boy" do Cinema? Clássicos da cinematografia dos EUA, dirigidos por John Ford, por exemplo, foram protagonizados pelo bom e varonil ator, também notabilizado por sua idéias políticas, rotuladas pelos patrulheiros como "reacionárias" ou "fascistas". E ele morreu de câncer.

Pois num sábado recente, Canal 5 passou "The Shootist (O último pistoleiro), com John Wayne vivendo um pistoleiro em fim de carreira, minado pelo câncer. Buscou um refúgio, com nome falso, mas foi descoberto e desafiado. E ele vai para seu último duelo.

A harmonização do velho pistoleiro, com as pessoas que o acolhem, enquanto espera a morte, se processa na soma de pequenas e grande demonstrações de virtudes básicas, entre elas, a honradez e o respeito aos semelhantes. Wayne teria representado um tipo indesejável ou, então, não tinha o conteúdo que o rótulo anunciava?

Um belo e sempre moderno filme, dirigido por Don Siegel, porque nos devolve à velha questão: é a arte que copia a vida ou esta copia a arte? O próprio filme pode ter a resposta: parece que a vida e a arte estão numa contínua permuta, num fluxo permanente de recriação.

(Canabarro Tróis)

25 de fevereiro de 2019

VENCEDORES DO OSCAR 2019

Equipe de Green Book, Vencedor do prêmio de Melhor Filme
Em uma noite de premiações merecidas e outras muito inusitadas, a 91ª edição do Oscar, o prêmio da Academia de Cinema Americana de Hollywood, foi marcada por uma diversidade de filmes com temáticas do empoderamento e causa dos negros, o que promoveu uma distribuição mais igualitária de prêmio; não houve "monopólio" de uma produção particular, sendo Bohemian Rhapsody o maior vencedor da noite com 4 estatuetas e Green Book, que venceu 3, entre eles o principal de Melhor Filme.

Confira a lista completa abaixo:

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE:
  • Amy Adams, Vice
  • Marina de Tavira, Roma
  • Regina King, Se a Rua Beale Falasse - VENCEDORA
  • Emma Stone, A Favorita
  • Rachel Weisz, A Favorita
MELHOR MAQUIAGEM
  • Border
  • Vice - VENCEDOR
  • Duas Rainhas
MELHOR DOCUMENTÁRIO
  • Free Solo - VENCEDOR
  • Hale County this Morning, This Evening
  • Minding the Gap
  • RBG
  • Of Fathers and Sons
MELHOR FIGURINO
  • A Balada de Buster Scruggs
  • Pantera Negra - VENCEDOR
  • A Favorita
  • O Retorno de Mary Poppins
  • Duas Rainhas
MELHOR MONTAGEM
  • Infiltrado na Klan
  • Bohemian Rhapsody - VENCEDOR
  • A Favorita
  • Green Book - O Guia
  • Vice
MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO
  • Pantera Negra - VENCEDOR
  • A Favorita
  • O Primeiro Homem
  • O Retorno de Mary Poppins
  • Roma
MELHOR FOTOGRAFIA
  • Guerra Fria
  • Roma - VENCEDOR
  • Nasce Uma Estrela
  • A Favorita
  • Nunca Deixe de Lembrar
MELHOR EDIÇÃO DE SOM
  • Pantera Negra
  • Bohemian Rhapsody - VENCEDOR
  • O Primeiro Homem
  • Um Lugar Silencioso
  • Roma
MELHOR FILME EM LÍNGUA ESTRANGEIRA
  • Cafarnaum, Líbano
  • Guerra Fria, Polônia
  • Nunca Deixe de Lembrar, Alemanha
  • Roma, México - VENCEDOR
  • Assunto de Família, Japão
MELHOR MIXAGEM DE SOM
  • Pantera Negra
  • Bohemian Rhapsody - VENCEDOR
  • O Primeiro Homem
  • Roma
  • Nasce Uma Estrela
MELHOR ATOR COADJUVANTE
  • Mahershala Ali, Green Book - O Guia - VENCEDOR
  • Adam Driver, Infiltrado na Klan
  • Sam Elliot, Nasce uma Estrela
  • Richard E. Grant, Poderia me Perdoar?
  • Sam Rockwell, Vice
MELHOR ANIMAÇÃO
  • Os Incríveis 2
  • Ilha dos Cachorros
  • Mirai
  • WiFi Ralph: Quebrando a Internet
  • Homem-Aranha no Aranhaverso - VENCEDOR
MELHOR CURTA ANIMADO
  • Comportamento Animal
  • Bao - VENCEDOR
  • Fim de Tarde
  • Um Pequeno Passo
  • Weekends
MELHOR DOCUMENTÁRIO EM CURTA METRAGEM
  • Black Sheep
  • A Partida Final
  • Lifeboat
  • Uma Noite no Madison Square Garden
  • Absorvendo o Tabu - VENCEDOR
MELHOR CURTA METRAGEM DE FICÇÃO
  • Detainment
  • Fauve
  • Marguerite
  • Mother
  • Skin - VENCEDOR
MELHORES EFEITOS VISUAIS
  • Vingadores: Guerra Infinita
  • Christopher Robin - Um Reencontro Inesquecível
  • O Primeiro Homem - VENCEDOR
  • Jogador Nº 1
  • Han Solo - Uma História Star Wars
MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
  • A Balada de Buster Scruggs
  • Infiltrado na Klan - VENCEDOR
  • Poderia me Perdoar?
  • Se a Rua Beale Falasse
  • Nasce Uma Estrela
MELHOR ROTEIRO ORIGINAL
  • A Favorita
  • No Coração da Escuridão
  • Green Book - O Guia - VENCEDOR
  • Roma
  • Vice
MELHOR TRILHA SONORA
  • Pantera Negra - VENCEDOR
  • Infiltrado na Klan
  • Se a Rua Beale Falasse
  • Ilha dos Cachorros
  • O Retorno de Mary Poppins
MELHOR CANÇÃO ORIGINAL
  • "All The Stars", Pantera Negra
  • "I'll Fight", RBG
  • "Shallow", Nasce uma Estrela - VENCEDOR
  • "The Place Where Lost Things Go", O Retorno de Mary Poppins
  • "When A Cowboy Trades His Spurs For Wings", A Balada de Buster Scruggs
MELHOR ATOR
  • Christian Bale, Vice
  • Bradley Cooper, Nasce Uma Estrela
  • Willem Dafoe, No Portal da Eternidade
  • Rami Malek, Bohemian Rhapsody - VENCEDOR
  • Viggo Mortensen, Green Book - O Guia
MELHOR ATRIZ
  • Yalitza Aparicio, Roma
  • Glenn Close, A Esposa
  • Olivia Colman, A Favorita - VENCEDOR
  • Lady Gaga, Nasce Uma Estrela
  • Melissa McCarthy, Poderia me Perdoar?
MELHOR DIREÇÃO
  • Spike Lee, Infiltrado na Klan
  • Paweł Pawlikowski, Guerra Fria
  • Yorgos Lanthimos, A Favorita
  • Alfonso Cuáron, Roma - VENCEDOR
  • Adam McKay, Vice
MELHOR FILME
  • Pantera Negra
  • Infiltrado na Klan
  • Bohemian Rhapsody
  • A Favorita
  • Green Book - O Guia - VENCEDOR
  • Roma
  • Nasce Uma Estrela
  • Vice

Fonte: Site Omelete

Receba no seu e-mail - Cadastre-se!

Mais Lidos do blog