Parceria

3 de abril de 2014

O GRANDE HERÓI (Lone Survivor, 2013)

O Grande Herói possui um história rasa, mas não menos emocionante. Um filme que traz uma realidade crua sobre uma situação específica. A história é baseada no livro Lone Survivor, de Marcus Luttrel, um fuzileiro americano que conta sua história, de como sobreviveu no Afeganistão após uma missão mal sucedida.

O filme começa mostrando cenas reais, estilo documentário, do treinamento nada fácil de formação dos fuzileiros navais, os "homens-rã" como são apelidados. Após os créditos, o filme já se foca em grupo de militares que serão centrais na missão "Operação Asa Vermelha", que, 2005, tinha o objetivo de capturar ou matar o líder talibã Ahmad Shah.

Escondidos em uma montanha no coração do Afeganistão, observando um vilarejo onde o Shah pode estar escondido, o quatro militares, incluindo Luttrel, são surpreendidos por uma família de pastores e acabam fazendo deles prisioneiros. Neste ponto eles tem 3 opções: 1) Soltar os pastores e fugir montanha acima antes que o talibã seja avisado, mas seriam encontrados em menos de 1 hora; 2) Fugir para o alto da montanha e deixar os pastores amarrados em árvores, mas estes poderiam morrer de frio ou atacados por lobos; e 3) Eliminar o problema. Como heróis americanos de bom coração, eles escolhem a opção de nº 1.

A partir daí começa um grande conflito nas montanhas e a luta dos 4 amigos para sobreviver ao talibã. O mais impressionante do filme é o realismo das cenas, o som dos tiros ecoando nas montanhas, a frieza que é necessária para atirar em alguém e o desespero de quando se percebe estar cercado de inimigos por todos os lados. Você realmente compartilha psicologicamente da dor física extrema dos personagens levando tiros e quebrando ossos...

Fora isso, como falei a história é rasa... não há uma crítica do autor à política americana sobre guerras no exterior, não há uma busca por auto-conhecimento dos personagens... O filme, de fato, parece um documentário, pois está ali somente para relatar como se desenrolou a situação. No fim, fica apenas o sentimento de pena por tantos homens jovens que morrem na estupidez das guerras. 

Mark Wahlberg estrela o filme como Marcus Luttrell, o autor do livro, que se tornou uma fonte motivacional por suas lições sobre como a força do espírito humano é testada quando somos levados a nossos limites mentais e físicos.


Postar um comentário

Receba no seu e-mail - Cadastre-se!

Mais Lidos do blog