Parceria

30 de julho de 2011

VIPs (2010)


O filme é de 2010, chegou aos Cinemas no início deste ano e só agora eu consegui assistir. VIPs é uma história intrigante, empolgante e deixa um gostinho de "quero mais".

A história é baseada no livro de Mariana Caltabiano, de título homônimo, em que ela registra as diversas entrevistas que fez com o verdadeiro Marcelo Nascimento da Rocha. No filme, Marcelo (Wagner Moura) utiliza diversas identidades, às vezes, assumindo a de outras pessoas. Passando-se por traficante perigoso no Paraguai, até filho do dono da Gol, durante um Carnaval em Recife, ele aplica diversos golpes até se dar conta do seu problema de multi-personalidades e a dificuldade de aceitar quem realmente é. No fim, fica uma sensação de que a história não acabou. Quem assistir, preste atenção que uma frase de caminhão guia seu destino do início ao fim do filme: "Não é o touro que mata o toureiro, o toureiro é que se deixa matar".

O filme é uma ficção, baseada nos relatos do Marcelo verdadeiro, em que, muitas das situações que ele passou, foram descartadas, enquanto outras foram fielmente refeitas, como a entrevista que ele concede a Amaury Jr, interpretado por ele mesmo. A narrativa tem um bom ritmo e lembra um pouco o filme Prenda-me, se For Capaz (2002, de Steven Spielberg, com Tom Hanks e Leonardo Di Caprio), sobre Frank Abagnale Jr, só que, aqui, não há ninguém perseguindo-o.

A ótima direção de Toniko Melo comprova-se pela boa atuação do elenco, no geral, e a esplêndida versatilidade de Wagner Moura, por interpretar um personagem que interpreta diversos personagens. Realmente, o melhor ator brasileiro da atualidade.
Amaury Jr. e Wagner Moura
Marcelo Rocha e Amaury Jr.

Vale a pena conferir!




Postar um comentário

Poderá gostar também:

Receba no seu e-mail - Cadastre-se!

Mais Lidos do blog