15 de junho de 2011

Títulos Horríveis e Erros de Tradução

Em algum momento da minha infância, nos anos 90, eu notei que alguns títulos de filmes da Sessão da Tarde eram extremamente parecidos. Quando comecei a estudar inglês percebi que poucos deles tinham algo em comum com o título original e, pouco tempo depois, entendi que, se as atrocidades ficassem apenas nos títulos, seria uma benção, infelizmente não é esse o caso.

Algumas traduções de filmes no Brasil determinaram o título de diversos outros filmes no mesmo gênero, ainda que não tivessem qualquer relação com o filme original. "Police Academy" ou simplesmente "Academia de Polícia" ganhou o título de "Loucademia de Polícia", não que eu me importe com essa pequena "liberdade" dos tradutores originais, o problema é que isso gerou uma enxurrada de "Loucademias": "Loucademia de Esqui" de 1990 ou "Loucademia do Barulho" de 1983 ou "Loucademia Federal" de 1980.

Outro grande conquistador de títulos foi "O Exterminador do Futuro", além das continuações diversos filmes foram na onda do Exterminador e tivemos um exército deles de 1984 para cá, segundo o IMDB pelo menos 25 filmes foram lançados no Brasil nos últimos anos com "Exterminador" no título. Até aí tudo bem, mas e os títulos originais? "Wanted: Dead or Alive" que seria algo como "Procurado: Vivo ou Morto" se tornou "O Exterminador Implacável".

Mais recentemente tivemos vários exemplos, o que mais me deprime é "The Hangover" que seria algo como "A Ressaca" acabou se tornando "Se Beber, Não Case". A continuação saiu a poucos dias e para o alívio dos tradutores brasileiros a trama ainda envolvia um casamento. Porém o diretor Todd Philips já confirmou que haverá uma terceira parte e ela não envolverá um casamento. Aí qual será a solução? Ah, a pior parte é que o filme originalmente chamado "The Hot Tube Time Machine" ganhou em português o título de "A Ressaca". Eu honestamente iria ao cinema para ver um filme que tivesse a coragem de se chamar "A Máquina do Tempo na Hidromassagem"...

Os filmes acima comprovam que as comédias parecem sofrer mais com a tradução dos títulos, óbvio que algumas utilizam referências intraduzíveis, mas essa seria a minoria. O filme "Os Aloprados", com Will Ferrell, tinha o título original de Semi-Pro. Seria tão difícil colocar o título como Semi-Profissional ou mesmo manter o título original?

Até mesmo a própria decisão de traduzir ou não um título atualmente parece confusa. O marketing da Paramount decidiu manter o título de "G.I. Joe" inalterado em sua distribuição internacional,  ignorando o fato de que ele apelaria muito mais ao público que acompanhava o desenho se tivesse sido lançado sob o título original de "Comandos em Ação".

Era de se esperar que os erros não ficassem nos títulos. Um dos erros mais frequentes em relação a tradução é o da palavra "parents" que em inglês significa "pais" e é sempre erroneamente traduzida como "parentes". Outro erro terrível que eu frequentemente me deparo é em filmes sobre política, a frase "Inauguration Day" significa "Dia da Posse" e é sempre t.raduzida como "dia da inauguração".

Eu lembro de uma cena em "Do Que as Mulheres Gostam?", com Mel Gibson, na qual ele assistia a um jogo de basquete no qual tinha apostado e fica torcendo "Miss, miss, miss..." ou seja "Erra, erra, erra". O que foi colocado na tradução? "Moça, moça, moça....". Também já vi, em mais de um filme, a palavra "Toast" que significa tanto "torrada" como "brinde" ser utilizada como torrada enquanto o personagem levanta um copo.

A qualidade da tradução no Brasil nunca foi muito impressionante, quando eu assisti ao primeiro Star Trek, os "Fasers" da Enterprise foram traduzidos como "Fases", mas em uma época em que até mesmo o Youtube oferece ferramentas de legenda automática baseada no som que consegue fazer um trabalho razoavelmente competente, está na hora de as traduções brasileiras melhorarem sensivelmente a sua qualidade.

Esses são todos erros que acabam comprometendo a experiência de assistir a um filme. Soma-se a isso as desnecessárias legendas brancas do cinema que, às vezes, podem tornar a experiência de assistir a um filme um desastre total, independente da qualidade da obra.

E você, lembra de algum erro grotesco de tradução ou um título que ficou horrível?

6 comentários:

João Colombo disse...

Cara, essa traduções horríveis é uma coisa que me incomoda muito... Recentemente lançaram The Fighter (O Lutador) com o Título "O Vencedor", por vavelmente porque já havia um O Lutador, com Mickey Rourke, que o orginal em inglês é The Wrestler (justamente por causa do tipo da luta em que os caras ficam se agarrando).

Quanto às traduções horríveis, em Batman & Robin, de 1997, a personagem de Uma Thurman, a Hera Venenosa, pergunta ao Sr. Frio (Schwarzenegger) "Why are you so blue?" (por que você está tão triste), e atradução da TNT ficou "Porque você está tão azul?"... hahaha

A pergunta é, quem traduz, porque não revisa os diálogos?

Vinício, ótima resenha!

Juliana Puccia disse...

No X-Men First Class, o cara grita 'fire' e não sei pq carambolas os caras colocaram na legenda 'alô'...

Vinicio Oliveira disse...

Bah, na maioria das vezes em que uma tradução ridícula acontece a minha namorada olha para mim e eu balanço a cabeça e ela percebe que é uma tradução idiota. Aconteceu exatamente isso no "Fire/Alô" do X-Men: Primeira Classe!

Vitor disse...

Essa é das antigas e um dos mais engraçados erros de tradução. Na fita VHS do episódio piloto da série A Gata e o Rato (Moonlighting), a personagem de Cybill Shepherd grita para o Bruce Willis: "You are fired" ("você está demitido"), mas na legenda colocaram: "Você está pegando fogo!"

Gustavo disse...

Traduções de títulos bisonhas sequer são coisa nova. Quem já ouviu falar de um filme chamado "O Som da Música"? Essa é a tradução literal do título de "A Noviça Rebelde" de 1965. Ou "Giant" (1956), que virou "Assim Caminha a Humanidade" e o "Noivo Neurótico, Noiva Nervosa" que dá uma impressão totalmente errada sobre "Annie Hall" (1977). Mas os campeões são:

- "Memento": virou "Amnésia" - só que o personagem do Guy Pearce diz várias e várias vezes que seu problema NÃO é amnésia. Algo me diz que os tradutores não assistiram o filme antes do trabalho...

- "A Hard Day's Night": isso, aquele filme bacana dos Beatles de 1964, que aqui já foi chamado medonhamente de "Os Reis do Iê-Iê-Iê". Mas NADA supera a tradução portuguesa desse filme: "Os Quatro Cabeleiras do Após-Calypso" (sim, esse é o título por lá).

Quase tão irritante quanto essas traduções são os subtítulos inventados que 1) reduzem o filme à sua ideia mais básica, 2) são traduções literais ou 3) são esdrúxulos mesmo:

"Forrest Gump - O Contador de Histórias"
"Blade Runner - O Caçador de Andróides"
"Jurassic Park - Parque dos Dinossauros"
"Hurricane - O Furacão"
"Moulin Rouge - Amor em Vermelho" (?)

Pelo menos "O Show de Truman" e "Taxi Driver" conseguiram se livrar desses pedaços emendados...

Henrique Moreira disse...

sobre o que o gustavo disse, sobre a traduçao do titulo em portugal, sim portugues a maioria é meio burro mesmo, eu estou em portugal, e em portugal, ele nao traduzem titulos de filme, nem filme, eles so fazem a legenda, fui em varias locadoras e os filmes que tinha o titulo traduzido era o mesmo do brasil. o que pode ter acontecido, se vc viu em um site, blog etc, quem postou escreveu errado sei la.. por que aqui eles nao traduzem titulos nem filmes

Receba no seu e-mail - Cadastre-se!

Mais Lidos do blog