Parceria

18 de abril de 2011

PÂNICO 4 (Scream 4, 2011)


Dez anos após seu lançamento, é chegada a hora de tirar a máscara de cima do armário e "visitar velhos amigos". Esta frase resume em muito o quarto filme da franquia Pânico. Sidney Prescot (Neve Campbell) retorna a Woodsboro, 10 anos após o início da carnificina que tinha como objetivo o assassinato dela mesma, para o lançamento de seu livro "Out Of Darkness" (Algo como "Fora da Escuridão"). O lançamento ocorreria numa livraria local, na mesma data em que a primeira morte de todas foi registrada. Como não poderia deixar de ser, o assassino mascarado volta a atacar e causar o terror na pequena cidade norte-americana. Entretanto, muitas coisas mudaram nesta década: O oficial Dewey (David Arquette) se tornou xerife da cidade e se casou com Galle Weathers (Courteney Cox; e que por acaso são casados na vida real), a impetuosa jornalista dos outros filmes que, após escrever livros de sucesso (Resultantes em filmes iguais ao aqui analisado) vê sua carreira entrar em declínio por não se sentir inspirada a escrever sobre tema algum. Uma vez mais, a união deste trio será essencial para a resolução da questão: "Quem causa o Pânico em Woodsboro, desta vez?".



Após o primeiro ataque, Sidney ficará na casa de sua tia Kate (Mary McDonell) e sua sobrinha Jill (Emma Roberts), única família que lhe restou. No primeiro contato telefônico com a protagonista, o assassino deixa claro que neste novo massacre, Prescot irá "sofrer", pois ele matará todos a sua volta para só então, assassiná-la (Sádico). Daí por diante, prepare-se para voltar de cabeça a toda a realidade "tenso-cômica" que Ghostface nos proporciona.



O slogan utilizado para a campanha publicitária do longa é "Nova década. Novas regras", mas não vá esperar grandes mudanças no jogo. Ok, a década é nova mas muitas das regras anteriormente sofridas são aqui repetidas e tantas outras, satirizadas por seus coadjuvantes. É notável com certa intensidade que o trio protagonista não tem a mesma força de antes e isso não se deve ao desgaste dos personagens:

A Sidney decide proteger a família que acabara de conhecer, mesmo que para isso precise entregar sua vida em troca. É uma Sidney cansada de lutar contra a maré, que aperta o f***-s* e enfrenta o psicopata de peito aberto em toda e qualquer ocasião. Já a Gale deixa transparecer poucas vezes a arrogância que é sua marca registrada e não tem a mesma "ânsia" em desvendar o assassino para pôr um fim à nova série de eventos, mas sim, para sair do ócio criativo e encontrar algo "vendável" para escrever. Para finalizar, o Dewey... É o Dewey. Basicamente, o que o filme trás de novo é uma quantidade de piadas inesgotável sobre... O próprio filme! Por isso, não se surpreenda ao deparar com uma cena entre algumas meninas conversando sobre qual será a primeira assassinada e uma concluir "Sou eu porque sou loira: Vocês sabem que a loira sempre dança". Foi intencional trazer um pouco mais para comédia, já que não tem como levar a sério este filme ou qualquer outro filme da franquia.



É incrível a quantidade de rostos conhecidos encontrados ao longo das quase 2 horas de filme: Aos viciados em seriado, um prato cheio! Tem a cheerleader de "Heroes", o nerd gente boa de "The OC", a adolescente que tem um caso com o professor de "Pretty Little Liars", a Veronica Mars do seriado ononimo, a garçonete de "True Blood"... O casting da produção procurou, talvez, incluir rostos conhecidos para trazer uma nova leva de fãs às salas de cinema: Os fãs destes personagens.


Particularmente gosto desse tipo de terror baseado nos sustos e, como adoro filmes que tiram onda si próprios com competência, estou ansioso para o lançamento deste filme em DVD para, assim, comprar o box com a saga. Por fim, Wes Craven traz mais uma opção de susto e divertimento para assistir na busca de entretenimento descartável (Mas não menos memorável). Muito é perguntado no filme e, como não poderia deixar de ser, jogo a dúvida pra vocês: "Qual o seu filme de terror favorito?"
Postar um comentário

Poderá gostar também:

Receba no seu e-mail - Cadastre-se!

Mais Lidos do blog