3 de fevereiro de 2011

TOP 10 FILMES FUTURISTAS

A humanidade sempre tentou prever e adivinhar o futuro. O ramo literário é um bom exemplo disso, através dos livros clássicos de Júlio Verne, Isaac Asimov ou Arthur C. Clarke. Mas foi no cinema que as previsões futuristas ganharam vida, e a lista abaixo é um bom de exemplo de filmes que superaram as expectativas e até hoje incitam a imaginação dos cinéfilos e novos cientistas ao redor do mundo.


10) EU, ROBÔ (I, Robot, 2004)

No ano 2035 D.C., os robôs são programados para viverem em perfeita harmonia com os humanos e já se tornaram parte do dia a dia do mundo inteiro. Quando um brilhante cientista da U. S. Robotics Corporation é encontrado morto, o detetive Del Spooner (Will Smith) é chamado para investigar o caso. Com a ajuda da psicóloga de robótica Dra. Susan Calvin (Bridget Moynahan), o detetive Spooner levanta a hipótese que o principal suspeito pelo crime pode ser um robô. Mas, à medida que Spooner se aproxima da verdade, ele tem que defender sua própria vida, pois os robôs tentam encerrar sua investigação. Com o tempo se esgotando, uma ameaça ainda mais séria emerge do coração do mundo mecanizado...

O filme é baseado no livro homônimo de Isac Asimov, que cunhou as três leis da robótica, no qual a trama é filosoficamente desenvolvida.


1ª lei: Um robô não pode ferir um ser humano ou, por omissão, permitir que um ser humano sofra algum mal.

2ª lei: Um robô deve obedecer as ordens que lhe sejam dadas por seres humanos, exceto nos casos em que tais ordens contrariem a Primeira Lei.

3ª lei: Um robô deve proteger sua própria existência desde que tal proteção não entre em conflito com a Primeira ou a Segunda Lei.



9) A.I. INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL (Artificial Intelligence: AI, 2001)

O filme é baseado no conto Supertoys Last All Day Long (escrito por Brian Aldiss) e se passará no meio do século XXI, quando o efeito estufa derreteu boa parte das calotas polares e, conseqüentemente, as águas cobriram boa parte das cidades costeiras ao redor de todo o planeta. Para lidar com este desastre ambiental, a humanidade conta com o fundamental auxílio de um novo tipo de computador, cuja inteligência artificial o torna independente e consciente de sua própria existência. A história segue a o relacionamento entre um garoto e o tal computador dotado de Inteligência Artificial.

Quem já viu, deve reconhecer a semelhança da história com a de Pinóquio, o boneco que queria ser um menino de verdade. O conceito é o mesmo, mas com um toque futurista.




8) DE VOLTA PARA O FUTURO 2 (Back to the Future 2, 1989)

O Dr. Brown (Christopher Lloyd) leva Marty (Michael Fox) e sua namorada para o ano 2015, onde o filho deles está prestes a se envolver com bandidos. Marty resolve o problema, mas Biff (Thomas F. Wilson) volta ao passado (1955) na máquina do tempo do cientista, levando consigo um almanaque com todos os resultados esportivos do século 20. Ele acerta as apostas e modifica toda a história, criando um aterrorizante futuro em que o pai de Marty e o cientista estão mortos. Para evitar a tragédia da modificação do futuro, Marty e o Dr. Brown voltam ao ano de 1955, onde cruzam com eles mesmos.

O interessante é que o "futuro" desenhado no filme está próximo e ainda não temos carros voadores ou uma previsão do tempo tão certeira como no filme. Legal mesmo seria ter os skates sem rodas e roupas que se ajustassem automaticamente ao tamanho de cada um.


7) MINORITY REPORT (2002)

Em 2054 a taxa de criminalidade baixou a quase zero nos Estados Unidos. O principal motivo disso é o sistema criado pela polícia para prender os criminosos antes que eles cometam o crime, utilizando a mente de precogs, que podem prever o futuro.

John Anderson, policial que é um dos maiores defensores do sistema, é surpreendido por uma previsão de que ele próprio cometerá um assassinato dentro de 36 horas. Anderson está convencido de que foi vítima de alguma armadilha planejada para minar a credibilidade do sistema e começa uma corrida contra o tempo para descobrir o sistema, não cometer o crime e provar sua inocência.

A história aborda conceitos atuais de até onde o Estado pode intervir na liberdade das pessoas



6) GATTACA (1997)

Nada de discriminação por raça, dinheiro: na sociedade do futuro mostrada nesse filme quem manda mesmo é o código genético de cada um. O protagonista é Vincent Freeman (Ethan Hawke), um cara comum e com genes imperfeitos que sonha tomar parte numa viagem tripulada à lua. Vai atrás de seus objetivos e com a ajuda de um médico, assume a identidade genética de Jerome (Jude Law), um ex-atleta geneticamente perfeito que, depois de um acidente, vive numa cadeira de rodas às voltas com o alcoolismo. Consegue ser escalado para a viagem à lua, mas as coisas se complicam quando o diretor da missão é assassinado e todos começam a ser investigados.

O nome do filme, alías, representa a ordem de bases que compõem o DNA, no caso a "Guanina Adenina Timina Timina Adenina Citosina Adenina." (fonte: Wikipedia)



5) GHOST IN THE SHELL (1995)

Em um futuro não muito distante, um grupo de policiais de uma agência especial parte em busca de um misterioso hacker conhecido como "Puppet Master". Eles descobrirão segredos assustadores sobre a evolução da Inteligência Artificial das máquinas. O ambiente do filme é cyberpunk ou pós-cyberpunk, porém o autor foca mais nas ramificações éticas, filosóficas e sociais da fusão em massa da humanidade com a tecnologia, o desenvolvimento da inteligência artificial e a onipresença da rede de computadores como argumento para reavaliar assuntos como identidade pessoal e a singularidade da consciência. O anime foi uma das principais inspirações para a trilogia Matrix.






4) BRAZIL (1985)

Brazil é uma visão estilo pesadelo surrealista de um futuro "Perfeito" onde a tecnologia reina suprema. Todos são monitorados por uma agência governamental secreta que proíbe que o amor interfira com a eficiência. Quando um sonhador burocrata envolve-se inadvertidamente com um super-herói da clandestinidade e uma linda e misteriosa mulher, tornado-se a trágica vítima de suas próprias ilusões românticas. Essa fantasia inusitada intercala humor ácido com comentários incisivos para nos proporcionar uma visão inesquecível de um amanhã deliciosamente imoral.







3) 2001 - UMA ODISSÉIA NO ESPAÇO (2001: A Space Odyssey, 1968)
Desde a "Aurora do Homem" (a pré-história), um misterioso monolito negro parece emitir sinais de outra civilização interferindo no nosso planeta. Quatro milhões de anos depois, no século XXI, uma equipe de astronautas liderados pelo experiente David Bowman (Keir Dullea) e Frank Poole (Gary Lockwood) é enviada à Júpiter para investigar o enigmático monolito na nave Discovery, totalmente controlada pelo computador HAL 9000. Entretanto, no meio da viagem HAL entra em pane e tenta assumir o controle da nave, eliminando um a um os tripulantes.







2) BLADE RUNNER (1982)

O filme ilustra uma visão negra e futurística de Los Angeles em Novembro de 2019, período em que a humanidade inicia sua colonização espacial. Para isso, cria seres geneticamente alterados, os replicantes, para serem utilizados em tarefas pesadas, perigosas ou degradantes nas novas colonias. Fabricados pela Tyrell Corporation como sendo "mais humanos que os humanos", os modelos Nexus-6 são fisicamente idênticos aos humanos, porém mais fortes e ágeis. Devido a problemas de instabilidade emocional, grande agressividade e reduzida empatia, os Replicantes tem um período de vida limitado a 4 anos. Após um motim, a presença dos Replicantes na Terra é proibida, sendo criada uma força policial especial, os Blade Runners, para caçá-los e matá-los.

Apesar do tom catastrófico, o resultado é deslumbrante. A trilha sonora, do Vangelis, é inesquecível.



1) METROPOLIS (1927)

Em uma sociedade futurista, a humanidade está dividida em dois grupos: os pensadores (que fazem planos, mas não sabem como colocá-los em prática) e os trabalhadores (que cumprem metas, mas não possuem sabedoria). Quando um dos pensadores decide visitar o mundo onde os trabalhadores vivem, ele se surpreende com o que vê.

Previsões trágicas, futuros fantasticamente aterrorizantes, a cidade como um universo caótico, belo e perverso, as "aero-vias", a tecnologia massacrando a humanidade... Algumas das mais sólidas bases para a ficção científica cinematográfica são aqui lançadas e influenciaram quase todos os filmes do gênero nos últimos 70 anos.




O que você achou dessa seleção? Comente!

Texto: Rainer Alves
Argumento: João Colombo

Postar um comentário

Mais lidos da semana