Parceria

12 de janeiro de 2011

ENTRANDO NUMA FRIA MAIOR AINDA COM A FAMÍLIA (Little Fockers, 2010)

Depois de passar pelo mal-bocados de tentar agradar o futuro sogro no primeiro filme (Meet The Parents, 2000) e ter que aguentar a pressão de apresentar os pais para a família da esposa no segundo (Meet The Fockers, 2004), Gaylord "Gred" Focker (Ben Stiller), precisa agora provar para seu sogro que é um bom pai de família, fiel e carinhoso, para herdar o título de chefe da família Byrnes.

Greg e sua esposa Pam (Teri Polo), estão bem casados e chegando na crise matrimonial típica de quem tem filhos pequenos. Eles tem um casal de gêmeos de 5 anos, Samantha e Henry. A menina é durona e esperta como o avô Jack Byrnes (Robert De Niro), ex-agente da CIA; enquanto o irmão é mais sensível, como se tivesse herdado os genes dos avós Focker, Bernie e Roz (Dustin Hoffman e Barbra Streisand, respectivamente). Enquanto tenta administrar a bagunça de sua vida, Greg passa ainda pela prova de fidelidade, resistindo aos encantos de uma representante de remédio para impotência sexual, Andi Garcia (Jessica alba), e evitar os abusos do ex-namorado de Pam, o excêntrico Kevin Rawley (Owen Wilson), que tatuou a imagem dela em suas costas.

Os atores estão ótimos, não há muito o que falar sobre isso. Já divertido por sisó, ver De Niro fazendo comédias. Hioffman e Streisand dão uma apimentada no filme. Stiller volta com tudo no papel do azarado Gay Focker. As crianças são muito boas também. Jessica Alba, rouba cena e deixa Teri Polo um pouco apagada no filme.


O filme garante não só boas risadas, mas gargalhadas de dar até convulsão. Fazia tempo que eu não urrava dentro do cinema de tanto rir. É realmente excelente! Vale muito a pena!




Postar um comentário

Receba no seu e-mail - Cadastre-se!

Mais Lidos do blog