Parceria

17 de dezembro de 2010

Estreias: Tron Legacy; Aparecida - o Milagre; Oceanos; Meu Mundo em Perigo

TRON - O LEGADO (Tron Legacy)

Após receber um bip de seu desaparecido pai, Sam Flynn (Garrett Hedlund) volta ao antigo fliperama desativado, Space Paranoid, para investigar quem o enviou e acabar por entrar em um mundo cybernético e perigoso, onde ocorrem lutas e duelos mortais. Sua luta pela sobrevivênvia começa quando é resgatado por Quorra (Olivia Wilde), juntamente com o, até então deparecido pai, Kevin Flynn (Jeff Bridges).

Tron, para mim (Juliana Puccia), é um dos filmes mais aguardados de todos os tempos... Quem já viu o primeiro e se apaixonou (como eu e o João Colombo), mal pode esperar para ver os efeitos especiais da Grid, as lutas e o visual todo, juntamente com uma trilha sonora e uma história um tanto quanto geek. Com certeza será o melhor de fim de semana.



MEU MUNDO EM PERIGO

De José Eduardo Belmonte, com Eucir de Souza, Rosanne Mulholland, Milhem Cortaz, Justine Otondo. Elias vê seu mundo ameaçado quando sua ex-mulher, uma junkie recuperada, pede a guarda do seu filho. Fito entra em desespero após perder seu pai por causa de Elias. Isis, que se esconde num hotel vagabundo, pode ser a saída para Fito e Elias. (Fonte)

No Festival de Brasília, levou os Prêmios Candango de Melhor Ator e Melhor Ator Coadjuvante, além do de Melhor Filme Júri da Crítica. Pelo trailer, parece ser um filme que usa bem da verossimilhança com dramas de pessoas comuns.



APARECIDA - O MILAGRE

De Tizuka Yamazaki, com Murilo Rosa, Maria Fernanda Candido e Jonatas Faro. O filme fala da adoração dos católicos pela imagem de Nossa Senhora de Aparecida. Trata-se da história de Marcos (Murilo Rosa), um homem rico e cético que retoma sua fé, perdida na infância, ao ver o sofrimento do filho Lucas (Jonatas Faro) que fica próximo da morte ao sofrer um acidente de moto, e pede por um milagre.

O filme tem um público específico: católicos devotos de Nossa Senhora. Diferentemente de Chico Xavier e Nosso Lar (considerados filmes espítritas, mas que abordaram temas mais universais), este filme deve ter pouca audiência, a não ser pelo apoio do Vaticano e de certa mobilização carola.





OCEANOS (Oceans)

De Jacques Perrin e Jacques Cluzaud, este documentário revela belezas e mistérios das profundezas acessíveis do nosso mundo, cuja superfície é forma por 3/4 de água.

Parece valer a penas pelas belas cenas e argumento ambientalista.

Postar um comentário

Receba no seu e-mail - Cadastre-se!

Mais Lidos do blog