Parceria

24 de novembro de 2010

O JOVEM FRANKENSTEIN (Young Frankenstein, 1974)

O texto de hoje tem novamente a contribuição do Vinício, nosso colaborador "oficial-não-oficial" do blog The Groover, o qual recomendamos frequente leitura. Curtam abaixo:

Assistir a O Jovem Frankenstein para colocá-lo no ranking dos "1001 filmes para assistir antes de morrer" foi o maior prazer que eu tive, até o momento, com essa colossal lista. Não que eu tenha descoberto o filme agora, mas é sempre muito divertido revê-lo.

Assistir a essa comédia, hoje em dia, é confirmar a triste percepção de que não se fazem mais comédias como antigamente. O Jovem Frankenstein é uma paródia de todos os filmes de Frankenstein lançados até a década de 70 e pode-se dizer que supera muitos deles. É algo extraordinário se considerarmos que as paródias atuais de outros filmes ficam no nível de "Super-Herói-O filme" e "Os Vampiros Que Se Mordam".

Se alguém acha que é impossível um ator apresentar uma atuação digna de um Oscar em uma comédia escrachada é porque nunca viram o gênio Gene Wilder (de A Fantástica Fábrica de Chocolate, 1971) em sua melhor performance como o atormentado neto do Dr. Frankenstein, o Dr. Frederick Frokenstin. Atraído pelo testamento do avô, Frederick vai à Transilvânia para acabar na inevitável trama que envolve a criação do clássico monstro.
Desde o clima perfeito de filme clássico e deboche até a marcante trilha sonora, o longa funciona com piadas simples e eficientes. O fato de ser todo em preto e branco acrescenta um charme ainda maior à película.A obra é recheada com cenas clássicas e tem mais momentos memoráveis do que qualquer outro filme que eu conheça. Uma pena que entre tantas comédias essa não seja uma das mais conhecidas atualmente.

Este texto é uma adaptação do original publicado em The Groover, em 11 de outubro. Vale destacar ainda que esta é mais uma obra do gênio do humor, Mel Brooks, e conta com o versátil Peter Boyle no papel do Monstro e uma pequena participação, mas memorável, de Gene Hackman como o homem cego.


Divirtam-se!

Postar um comentário

Receba no seu e-mail - Cadastre-se!

Mais Lidos do blog