Parceria

13 de setembro de 2010

CORAÇÃO LOUCO (Crazy Heart - 2009)

Após anos 58 anos de brilhante carreira, Jeff Bridges foi honrado com o mais significativo prêmio de Cinema, o Oscar de Melhor Ator. Sim, 58 anos de carreira, sendo que ele tem 61 anos. Jeff começou cedo, em 1951 ao lado do irmão e da mãe em The Company She Keeps. Ele já havia concorrido em 1984 por StarMan: O Homem das Estrelas, além de disputar como Melhor Coadjuvante em 1971, 1974 e 2000. Só recentemente, 2009, a Academia materializou o reconhecimento de seu talento, através da atuação em Coração Louco.

Em Coração Louco você não vê Jeff Bridges interpretando o cantor country Bad Blake. Ele te faz acreditar que é o próprio Bad Blake. Sua performance no drama do cantor que após longos anos de sucesso se vê cantando em pequenos lugares nos interior do Estados Unidos é fenomenal. Os momentos de humor, sofrimento, amor e comédia do personagem, nos faz pensar até mesmo que Bad Blake é real. Percebe-se assim, que o trabalho do Diretor Scott Cooper foi impecável. Somente um texto bem redigido e um filme bem dirigido para dar suporte necessário para um astro brilhar. O filme se mostra como uma bela obra de arte, por sua capacidade de, mesmo sem flashbacks, fazer o espectador acreditar que Bad Blake teve seu momento de glória e o por quê de agora estar na pior fase de sua vida.

O filme trata da história de um cantor country, alcoólatra, que mesmo após longos anos longe dos grandes palcos e sem gravar discos ainda mantém o carisma de inúmeros fãs aonde quer que vá e até mesmo do jovem Tony (Colin Farrell), astro atual da música country que teria aprendido tudo com Bad. A hitória de Blake é baseado na história de três cantores country (Waylon Jennings, Kris Kristofferson e Merle Haggard). Com 57 anos, ele se vê apaixonado por uma jovem escritora/jornalista de uma cidadezinha do interior. Após ir até o fundo do poço, ele dá a volta por cima e compõe sua melhor música, "Crazy Heart".

É uma comovente e divertida história, com ótima trilha sonora, brilhantes atuações e ótima direção. Entretanto o que mais me chamou a atenção foi a bela fotografica que tem como pano de fundo as cidades caipiras dos Estados Unidos.

Vale a pena Conferir.

Até a próxima.

Postar um comentário

Receba no seu e-mail - Cadastre-se!

Mais Lidos do blog