Parceria

24 de agosto de 2010

Top 10 Filmes de Vampiros (melhores que Crepúsculo)

Este post quem nos enviou foi o blogueiro Vinício Oliveira, co-autor do blog The Groovers, que trata de cinema, música, jogos de videogame, entre outros asssuntos pouco relevantes. O post ilustra o seu gosto pessoal, e é realmente sem frescura. Curtam abaixo a lista dos 10 melhores filmes sobre vampiros:

"Eu realmente tento não ter preconceitos contra Crepúsculo, tento analisar o filme pelo que ele de fato é e não pelo hype bobo ao redor dele e eu devo dizer que se você olhar por essa ótica não há qualquer motivo para se assistir além do primeiro filme da série. O filme é do mediano para o ruim e deixa você esperando por algo que nunca vem: história. Eu não pretendo discutir sobre as qualidades do livro (até porque não o li) mas o filme é algo dispensável. Vez ou outra surge essa modinha ao redor de alguns filmes e nada contra isso, o problema é começar a confundir isso com qualidade e a beleza dos atores com talento. Para mim, qualquer série que se use do fato de ter mais de um filme para se tornar um filme aceitável não merece consideração. Assista Crepúsculo atentamente e tudo o que se percebe é a promessa de que a história se tornará interessante no restante da "saga". Porém eu também não gosto de desmerecer um filme só por causa do furor adolescente ( e as vezes um pouco mais maduro) ao seu redor. Há, de fato, algumas (poucas) qualidades no filme e entre as melhores estão a interpretação de Kristen Stewart (que parece ser uma boa atriz) e a de Billy Burke que parece estar solidificando a sua carreira em papéis coadjuvantes de forma competente. Bom, mas aí a dizer que Crepúsculo é o melhor filme sobre vampiros já feito (como eu tenho lido em alguns blogs) é forçar demais. A história vampiro-lobisomen-humano já está aqui desde o saudoso World of Darkness de Mark Hein Hagen e já foi utilizado a exaustão pela saga Underworld. Aqui fica a minha indicação de filmes de vampiro, todos sem dúvida melhores do que Crepúsculo.

10 - DRÁCULA 2000 (Dracula 2000 - 2000)

Drácula 2000, tem vários defeitos, a começar pelo título sofrível e algumas interpretações no mesmo nível (Johny Lee Miller e Omar Epps), mas tem qualidades redentoras: as boas interpretações de Gerard Butler (aqui ainda estreiando) e Christopher Plummer (sempre competente) e um ar de novidade a história de Drácula. O filme é imaginativo e inventivo e agradável de se assitir, cria uma nova mitologia para a lenda e se sai muito bem na empreitada.



9 - BLADE (Blade - 1998)

Blade é uma daquelas (raras) adaptações de um material que funciona melhor como filme do que como quadrinho e acerta em cheio em sua adaptação. Wesley Snipes encarna seu melhor herói e Kris Kristofferson mostra que ninguém interpretaria um Whistler melhor.



8 - VAMPIROS DE JOHN CARPENTER (VAMPIRES - 1998)

Vampiros de John Carpenter é um extravagância no que diz respeito ao genêro de vampiros. Tudo no filme parece "b" e realmente é. A diferença é que fica claro que essa é a intenção de John Carpenter, fazer um filme exagerado sobre vampiros com muita ação e um clima meio western. A questão toda é que o filme diverte e James Woods como herói (por mais raro que isso seja) é sempre um acerto.



7 - DEIXE ELA ENTRAR (Let the right one in / Låt den rätte komma in - 2008)

Esse filme é simplesmente uma obra de arte e não o coloco mais acima na lista pois o assisti muito recentemente e os que estão acima dele são verdadeiros clássicos para mim. Mas a história de um garoto que descobre que sua amiga é uma vampira é dificilmente simplificado como um filme de vampiro e sim um drama sobre a dificuldade de relacionamentos e a aterrorizante capacidade de escolhermos o certo e o errado.



6 - ENTREVISTA COM O VAMPIRO (Interview with the Vampire: The Vampire Chronicles - 1994)

Eu sempre achei Entrevista Com O Vampiro um filme ruim e posso dizer que sempre pensei assim pois sempre achei a interpretação de Brad Pitt e Tom Cruise (nesse filme especificamente) muito ruins. Porém com o tempo eu consegui perceber que todo o resto do filme é muito bom: os atores coadjuvantes, a ambientação, a trilha sonora, tudo. Entrevista Com O Vampiro também é o filme que me mostrou o mundo de Anne Rice, que infelizmente sofre com adaptações ruins (vide A Rainha dos Condenados) e eu pude perceber que ambientação é tudo, foi ai que eu percebi que Entrevista Com O Vampiro tinha grandes qualidades além da sua irritante dupla de protagonistas.



5 - 30 DIAS DE NOITE (30 Days of Night - 2007)

30 Dias de Noite é um filme que está nessa lista por pura coincidência. Eu não ia assistir o filme no cinema e desde então ninguém me recomendou ele. Eu não acho Josh Hartnett um bom ator (mudei de opinião após esse filme) e acabei assistindo o filme porque acabei perdendo a sessão de outro filme. Bom, o filme é bom e tem acima de tudo um clima apropriado, um bom ritmo e parece ter conseguido atingir uma qualidade que normalmente não se esperaria de um elenco e diretor como esses.



4 - A SOMBRA DO VAMPIRO (Shadow of Vampire - 2000)

As filmagens do clássico Nosferatu estão com problemas, uma vez que a estrela principal está levando o filme muito a sério. Ou não? Essa é a melhor interpretação de Willem Dafoe e nunca um filme do estilo "cinema olhando para o próprio umbigo" foi tão interessante...



3 - OS GAROTOS PERDIDOS (The Lost Boys - 1987)

Os Garotos Perdidos é um clássico da Sessão da Tarde, Sutherland sempre foi um bom vilão e esse filme não foge a regra. Eu deveria ter colocado esse filme mais para baixo na lista, mas eu o assisti em uma época tão bacana e eu tinha a mesma idade dos protagonistas que é irremediável que esse filme seja um favorito para mim.



2 - UM DRINK NO INFERNO (From Dusk Till Dawn - 1996)

Um Drink No Inferno é o tipo de filme que você asiste e percebe que o diretor do filme teve a mesma sensação que você: se divertiu pra caramba! Um ainda recém chegado a Hollywood, Robert Rodriguez reuniu alguns amigos e fez tudo o que poderia se esperar de divertido de um filme de vampiros sem enveredar para o pastelão. Tarantino é um dos protagonistas e você sente a influência dele durante todo o filme. Clooney conseguiu mostrar que era um protagonista decente longe de Plantão Médico, Rodriguez se fixou em Hollywood, Tarantino apresentou ao mundo Earl McGraw (que voltaria em Planeta Terror e Kill Bill) e todo mundo conseguiu o que queria.



1 - DRÁCULA DE BRAM STOKER (Bram Stoker's Dracula - 1992)

Francis Ford Coppola dirigindo um elenco encabeçado por Gary Oldman e Anthony Hopkins, como isso poderia dar errado? Dracula de Bram Stoker é simplesmente o melhor filme de vampiro já feito. Tudo é interessante e bonito no filme e como se isso não fosse o bastante, a trilha sonora é uma das minhas favoritas.


Este post foi originalmente publicado em The Grovers.
Postar um comentário

Receba no seu e-mail - Cadastre-se!

Mais Lidos do blog